*Cases de Sucesso,

Aumentamos 514% os visitantes orgânicos da Autrement Dit Rio – Francês Objetivo

Por Jean Vidal em 16 de Março de 2017
Detalhes sobre nosso novo caso de sucesso de Inbound Marketing: aumento de visitantes orgânicos, agora, no mercado de Curso de Francês. Confira!
Leitura de 8 minutos
Aumentamos 514% os visitantes orgânicos da Autrement Dit Rio – Francês Objetivo
5 (100%) 6 votes

Ao longo da história da Conexorama, já tivemos contato com diversos mercados. Só para citar de cabeça, atuamos na área de direito, saúde, indústria, energia, software, com comércio eletrônico e até fazendo inbound para um consórcio. Essa diversidade faz parte do crescimento da empresa, vivenciamos mercados para descobrir onde o nosso método, o nosso modo de fazer o serviço, impacta em crescimento para o cliente e o consumidor final.

Nesse sentido, estamos descobrindo como impactar com o Inbound Marketing no mercado de educação, aqui em específico estamos conversando sobre Cursos de Idiomas.

No artigo de hoje, vamos mostrar um pouco mais de detalhes sobre a construção de um novo caso de sucesso no nosso atendimento, agora no mercado de Curso de Francês, de uma escola do Rio de Janeiro que está se tornando referência na sua região e online.

Queremos com esse artigo, e a nossa série de textos dos casos de sucesso em Inbound Marketing, mostrar detalhes sobre o que fazem o Inbound funcionar (ou não) e assim deixar claro que o sucesso é a união de fatores e sinergia. Entenda mais!

Como casos similares de Cursos de Idiomas podem ter resultados tão diferentes em Inbound

Recentemente tivemos a entrada de dois clientes, em datas próximas, com mercados muito parecidos, mas em praças separadas.

O primeiro cliente é a Autrement Dit Rio – Francês Objetivo que desenvolve cursos presenciais de francês no Rio de Janeiro, que é o sucesso que vamos descrever neste artigo. O segundo (ex) cliente, que vamos preservar o nome por uma questão de sigilo, fornece Idiomas Inglês e Espanhol, no formato in-company em São Paulo.

Na teoria, ambos os mercados eram promissores. Na prática, com o primeiro, estamos construindo um sucesso e o segundo não se desenvolveu no Inbound. Aqui, para gente, alguns pontos são bem característicos para isso. Para ficar claro, queremos mostrar as diferenças, considerando as boas práticas que a Francês Objetivo já aplicava. Confira!

1. Ter um site bem voltado para o Inbound

Apesar de na época ainda não ter a página de materiais educativos, característica de um site Inbound (compreensivo, já que não tinham eBooks lançados), o site da Francês Objetivo era muito bem montado, voltado para entender a proposta da empresa, passar ensinamentos com o blog, e com elementos de “social proof” (prova social) que mostram o impacto que já tiveram para seus clientes.

O outro caso precisava de um site novo, contudo, optou por lançar ao poucos ao longo do projeto Inbound. Então, como é muito comum acontecer, acabaram não conseguindo vencer essa frente e, assim, quem baixava um eBook, ainda que gostasse do material, quando ia navegar pelo site e aprender mais sobre a empresa, não se sentia confiante para solicitar uma contratação (um ponto que observamos em nossas avaliações).

Muitas vezes nos perguntam se é possível fazer Inbound sem um site bem montado. Sim, na prática, é possível. Só que em uma competição e com uma praça acirrada (como curso de idiomas em São Paulo), é muito importante que você tenha o dever de casa bem feito. Por isso, quando a Conexorama faz o novo site do cliente, só fazemos antes do lançamento do projeto Inbound.

2. Fazer marketing de conteúdo

Outro ponto importante é que a Francês Objetivo já tinha um blog desenvolvido. É uma bandeira que sempre levantamos sobre Marketing Digital. Sua empresa precisa se preparar para fazer o Inbound Marketing, mas já deveria estar fazendo o Marketing de Conteúdo.

Um exemplo clássico é o sucesso da Resultados Digitais, líder de Marketing Digital no Brasil. Antes de eles lançarem oficialmente o software RD Station, já existia dois anos de conteúdos no blog.

No outro caso do nosso exemplo, não existia blog. Fizemos o dever de casa e geramos os primeiros saltos em visitantes orgânicos, mas a expectativa em vendas era muito maior do que o tempo existente para desenvolver uma audiência que acompanha e se torna apaixonada pela marca. Entender isso é o nosso próximo ponto.

3. Estudar sobre Marketing Digital

Por fim, para gente, o último ponto que foi característico no sucesso de um caso e menos no do outro é o estudo, ou seja, o próprio cliente reservar um tempo, ainda que todos tenhamos vidas corridas, para entender cada vez mais sobre Marketing Digital.

Você não precisa ser expert – esse é o nosso desafio como agência -, mas precisa manter uma rotina de ler alguns artigos. Nesse sentido, vemos a equipe da Francês Objetivo constantemente em nosso blog, lendo as nossas dicas, comentando no blog ou tirando dúvidas por e-mail. Assim, sempre que conversam com a gente, existe uma sinergia, seja de expectativa ou de compreender o processo que precisa ser desenvolvido.

Me prolonguei muito nesse tópico. Excusez-moi! Vamos em frente, agora falando exclusivamente do caso de sucesso. 😉

Aumentamos 320% os visitantes no último semestre

Quando utilizamos os dados do Google Analytics, comparando o período de Setembro de 2016 até hoje, com a mesma quantidade de dias anteriores, temos um crescimento visível, como mostramos no print:

É interesse observar que estamos conseguindo melhorar bastante o crescimento de visitantes orgânicos (+514%), ou seja, vindos do Google “não pago”, muito pelo alinhamento de pauta de conteúdo (considerando Keywords, Persona e Jornada de compra), além dos cuidados de SEO que temos quando vamos publicar um artigo.

Pesquisa paga e Social também são canais com forte crescimento, relacionado aos investimentos de Ads.

Um dado muito importante é o aumento de visitantes vindos da base de e-mail marketing. Ainda que, no montante, tenha uma proporção menor no resultado final, o salto foi um caso de sucesso para gente:

Aumentamos também 932% o retorno de visitantes através da rotina de e-mail marketing para a Francês Objetivo.

Se, em comportamento, melhoramos a taxa de rejeição, ainda precisamos melhorar a quantidade de páginas acessadas e a duração média da sessão, dados que são puxados pelas ações de Ads, por mais materiais que se interligam aos artigos do blog (como um complemento de “aprenda mais”), por testes e melhorias no formato do site, e por testes e mais testes.

O que sempre focamos aqui na agência é a busca de um mês ser melhor que outro, e isso está impactando no crescimento de Leads, nosso próximo ponto.

Estamos no sexto mês seguido de crescimento dos Leads

Se você já navegou em nossos conteúdos, sabe que falamos muito sobre o processo do Inbound Marketing, e que só aumentar visitantes não é resultado final (faz parte do funil, mas ainda não é alcance digital).

Por outro lado, conquistar e-mails e desenvolver sua base de Leads é uma audiência sua que está sendo desenvolvida, pessoas que você pode impactar com suas ações de relacionamento por e-mail marketing.

Ainda que não sejam contatos prontos para comprar, é o caminho para desenvolver um funil de vendas com crescimento contínuo.

Para o nosso cliente, estamos buscando o crescimento mensal e conseguimos manter o ritmo de aumento de Leads seguidos nesses seis primeiros meses. Nosso recorde foi de 8 meses seguidos de aumento de Leads, e estamos focados em quebrar esse recorde. 🙂

Você pode estar olhando para o gráfico e se perguntando: Mas março ainda não fechou melhor que fevereiro. Muito bem observado caro leitor(a).

A verdade é que estamos considerando como positivo, pois na metade do mês (hoje, 15/03, quando escrevemos esse artigo) já estamos com 70% da quantidade de Leads do mês anterior. Considerando esse desempenho, e o custo por Leads em Ads, podemos ficar tranquilos quanto ao resultado positivo final.

Próximo passo? Automação de Vendas!

O nosso projeto de Inbound está chegando em uma fase muito bacana com a Francês Objetivo. Estamos agora concentrando forças na parte de Automação de Marketing para refletir em números para Vendas.

Em outras palavras, identificando Leads Oportunidades, repassando automaticamente para a equipe comercial e registrando o funil de vendas para re-aplicar o conhecimento na etapas anteriores.

Teremos ainda um crescimento de nutrições interligadas ao processo de vendas, com debates sobre funil de vendas, aqui trocando experiência até sobre Pipedrive, que acabamos tendo muita experiência pela nossa rotina com clientes e uso interno na empresa.

Além de buscar, com Growth Hacking, manter um ritmo de crescimento, sabemos, pela nossa experiência, que o projeto vai chegando à sua maturidade em termos de números nos próximos meses.

Não deveremos ter saltos tão fortes como acontece no começo e que, como profissionais de Marketing, tanto gostamos de mostrar. Contudo, buscar crescimento contínuo é uma premissa do Inbound Marketing e, portanto, é um cuidado que teremos sempre.

Particularmente, gostaria de agradecer ao Edouard e à Juliana, donos da marca, pela oportunidade de contar um pouco mais sobre a nossa parceria e, ainda, por toda confiança e sinergia com a nossa equipe.

Aqui, já citamos algumas vezes que quem trata a agência com carinho (lembrando que somos humanos também), recebe empenho em dobro com notável gratidão. Sinergia: essa é a última palavra que registro desse caso de sucesso que, em breve, teremos mais vitórias para contar!

Você gostou do nosso artigo? Compartilhe nas Redes Sociais!

Jean Vidal

Jean Vidal

CEO e Growth Hacker em Conexorama
Atuo há mais de 14 anos com Marketing Digital, tendo participado do nascimento da Resultados Digitais. Tenho experiências como Gerente de Ecommerce e participei diretamente na implantação de mais de 100 projetos de Inbound Marketing.
Jean Vidal