Blog, Growth Hacking, Inbound Sales,

6 características do Growth Hacker segundo Sujan Patel no RD Summit 2015

Por Gabriella Szpoganicz em 12 de novembro de 2015
Características do Growth Hacker que tivemos a oportunidade de aprender no RD Summit 2015 com a palestra do Sujan Patel. Confira!
Leitura de 3 minutos
6 características do Growth Hacker segundo Sujan Patel no RD Summit 2015
5 (100%) 8 votes

Nos dias 29 e 30 de outubro de 2015 aconteceu, em Florianópolis, o maior evento de marketing e vendas do Brasil, o RD Summit. O evento é promovido pela Resultados Digitais e já está na sua 3a edição.

Um dos pontos de maior destaque durante essa edição foi o Growth Hacking, tema da palestra do Sujan Patel, referência mundial no assunto. Temos um artigo que explicamos o que é o Growth Hacking, onde começamos a falar um pouco sobre esse tema.

No artigo de hoje, queremos tratar de um ponto que consideramos muito importante e que tivemos a oportunidade de aprender mais no evento: as características esperadas do profissional que exerce essa função. Confira!

Características primordiais de um Growth Hacker – por Sujan Patel

Um Growth Hacker, de acordo com Sujan Patel, além de ser focado nos dados e utilizá-los para guiar e motivar as suas ações, precisa:

1. Criatividade

Ter capacidade de trilhar outros caminhos para se chegar ao resultado esperado, utilizando o mínimo de recursos possível. Além de utilizar os dados, precisa pensar em novas estratégias de crescimento.

2. Resiliência

Ter resiliência para falhar até dar certo, afinal Growth Hacking é isso: testar, testar e testar. Com certeza alguma tentativa não vai dar certo, mas não se preocupe. Temos um dado que vai tranquilizá-lo: o NORMAL é ter 80% de falhas!

3. Obcecado com crescimento

O principal objetivo de um Growth Hacker, como o próprio nome já diz (Growth significa crescimento em inglês), é o crescimento, ou melhor, o crescimento contínuo com o menor investimento possível. Assim, todas as ações desse profissional são voltadas para essa finalidade.

4. Paciência

Tudo leva tempo, principalmente nesse mundo de experimentos. É preciso ter muita paciência e saber esperar a hora certa de “colher” os resultados. Ninguém quer colocar um teste em prática e abortá-lo antes do prazo, colocando tudo a perder, não é mesmo? Respeitar o tempo estabelecido para o teste é essencial para o sucesso dos resultados.

5. Curiosidade

Ter curiosidade de sobra para analisar várias vezes o que está acontecendo. Growth hackers têm fome de aprendizado e nunca estão satisfeitos, precisam de mais dados e novas estratégias para entregar bons resultados.

6. Rapidez

Experimentos, ou testes, são projetos de médio ou longo prazo, então precisam ser colocados em prática e analisados rapidamente, de modo que novos testes e novas análises possam ser realizadas. Quanto mais rápido aparecer o resultado de um experimento, mais rápido será aplicado um novo teste, caso necessário.

Os palestrantes que falaram de Growth Hacking no evento, além de ressaltarem a importância dessa função para as empresas, ressaltaram os principais fatores que tornam esse processo tão importante para as empresas: a soma de vários crescimentos pequenos, a possibilidade de colocar em prática diversos experimentos simultaneamente, e o acúmulo de aprendizados e a consequente geração de mais ideias de otimização.

Portanto, a ideia do Growth Hacking é alcançar o crescimento constante com baixo investimento, através de experimentos contínuos e análises detalhadas desses resultados.

Sua empresa já tem um Growth Hacker? Comente conosco! E se você gostou desse artigo, compartilhe nas redes sociais!

Você gostou do nosso artigo? Compartilhe nas Redes Sociais!

Gabriella Szpoganicz

Gabriella Szpoganicz

Customer Success General Manager em Conexorama
Administradora, apaixonada por Marketing Digital e insuportavelmente organizada. Não consigo "deixar pra depois" um atendimento. Amo viajar, ler e não cozinhar.
Gabriella Szpoganicz