Blog, Marketing de Conteúdo, Visitantes Qualificados,

Como definir Palavras-Chave e transformá-las em temas para o Blog

Por Jean Vidal em 15 de outubro de 2015
Passo a passo para criar uma lista de palavras-chave, interligar com a Jornada de Compra e resultar em uma boa pauta para o blog da sua empresa!
Leitura de 4 minutos
Como definir Palavras-Chave e transformá-las em temas para o Blog
5 (100%) 13 votes

Na internet, estamos todos na maior parte do tempo em busca de informações. Assim, fazer Marketing de Conteúdo é uma necessidade básica para toda empresa que tem objetivo de atingir bons resultados em sua presença digital.

Contudo, muitas empresas não sabem ao certo o que escrever para o blog e uma parcela muito pequena sabe como criar temas que sejam otimizados e direcionados para o que as pessoas pesquisam nos buscadores.

Por isso, no artigo de hoje, vamos definir um mini passo a passo para você criar uma boa lista de palavras-chave, interligá-la com a Jornada de Compra e resultar em uma boa pauta para o blog da sua empresa. Confira!

O que são Palavras-chave?

Antes de criar uma lista, vamos entender o que é uma “palavra-chave” (ou keyword, no termo em inglês). É importante lembrar que estaremos sempre considerando as formas como as pessoas pesquisam em um buscador como o Google, afinal, quando fazemos uma busca, pesquisamos por uma palavra ou termo:

Pesquisa no google Inbound Marketing

Para descobrir as formas como as pessoas pesquisam, vamos usar a ferramenta do próprio Google AdWords, o Keyword Planner. O seu uso é bem simples, pois permite que se adicione um (ou vários) termos e a ferramenta mostre diversas informações.

Keyword Planner

Será a partir dessas informações (principalmente do volume de busca) que você começará a entender bem como são realizadas pesquisas para os temas da sua empresa. Ao longo desse estudo será comum esbarrar em termos relacionados, mas fora do que a sua empresa comercializa.

Portanto, uma palavra-chave é um termo chave para sua empresa, que quando for pesquisado no buscador será importante que sua empresa apareça nos resultados.

Passo 1: Crie uma lista de 200 Palavras-chave

O primeiro passo é criar e atingir uma meta quantitativa. Por exemplo reunir 200 palavras-chave ligadas ao seu negócio. Para isso, vamos usar o Keyword Planner e outras ferramentas como o UberSuggest e o Keywordtool.io.

Procure colocar essas palavras em uma planilha, interligando “Termo”, “Volume” (média de pesquisas mês) e “CPC” (Custo por Clique) no AdWords, para entendermos a competição.

artigo keyword 03

e tiver dificuldades, considere fazer de cabeça uma pequena lista e usar nas ferramentas. Você pode ainda usar o próprio site da empresa como base para ampliar essa lista, ou até colocar uma url no Keyword Planner para investigar o conteúdo e sugerir temas.

Em alguns casos, como para um e-commerce, é comum chegar rapidamente à meta das 200 palavras, e aqui você irá considerar se vai além ou não (visto que essa é uma atividade que invariavelmente precisaremos retornar de tempos em tempos).

Passo 2: Separe algumas palavras na Jornada de Compra e decida uma ação

Realizada a etapa de quantidade, vamos agora pelo ótica de qualidade. Por isso, nem todas as palavras irão descer para a segunda parte da planilha, vamos transferir apenas as que estão mais próximas dos objetivos ou produtos chave da empresa naquele momento.

Na planilha considere adicionar quatro colunas e listar as palavras separando-as entre “Aprendizado e Descoberta”, “Reconhecimento do Problema”, “Consideração da Solução” e “Decisão de Compra”, que são as etapas da Jornada de Compra.

artigo keyword 04

Decidir em qual etapa da jornada cada termo se encaixa melhor está sim interligado a expertise em Marketing Digital, contudo algumas dicas ajudam no processo:

1. Aprendizado e Descoberta: Considere pesquisas que começam com “O que é …”
2. Reconhecimento do Problema: Considere pesquisas que começam com “Como faço …”
3. Consideração da Solução: Considere pesquisas que começam com “Qual o melhor …”
4. Decisão de Compra: Considere pesquisas que começam com “Comprar …” ou “Preço …”.

Quando separo as palavras na Jornada, já estou me organizando para a tom da escrita do texto, visto que nas primeiras etapas, eu ensino, e nas últimas, começo a falar diretamente da minha solução. E ainda você poderá agrupar pesquisas próximas de modo que já tenha um tema chave e os tópicos do conteúdo semi direcionados.

O importante é ter aqui a separação e organização das pesquisas na Jornada e sinalizar o que será feito com cada palavra, onde pode ser criado um conteúdo para o blog, um Conteúdo Rico para download ou até anunciado aquela pesquisa diretamente com o Google AdWords.

Passo 3: Registre as ideias de conteúdo e coloque em produção com sua equipe

Ao final do processo, você pode repassar para outro controle os temas que definiu no estudo e a partir dele colocar em produção com sua equipe ou parceiros. Considere nesse novo registro deixar selecionado o título do artigo, as palavras-chave e os tópicos abordados.

Lembre-se – como no primeiro passo – de considerar uma quantidade de conteúdos que quer extrair e completar no seu cronograma de temas para o blog da empresa, ou seja, se você já publica em média um artigo por semana, considere gerar um cronograma para os próximos 2 meses, onde 8 temas de artigos extraídos do estudo já são suficientes.

Compartilhe conosco o que achou do nosso passo a passo, além de testar ele na prática. Se você gostou do nosso conteúdo, por favor, compartilhe nas redes sociais.

Você gostou do nosso artigo? Compartilhe nas Redes Sociais!

Jean Vidal

Jean Vidal

CEO e Growth Hacker em Conexorama
Atuo há mais de 14 anos com Marketing Digital, tendo participado do nascimento da Resultados Digitais. Tenho experiências como Gerente de Ecommerce e participei diretamente na implantação de mais de 100 projetos de Inbound Marketing.
Jean Vidal