Blog, Email Marketing,

Como criar um CTA para e-mail marketing que impacte sua ação?

Por Izadora Schmitt em 29 de junho de 2018
Descubra como criar CTAs para e-mail marketing que vão impactar suas estratégias de marketing e gerar mais conversão!
Leitura de 6 minutos
Como criar um CTA para e-mail marketing que impacte sua ação?
5 (100%) 1 vote

Se nós observarmos bem, todos os dias somos impactados por diferentes chamadas em diversos ambientes, não é mesmo? Porém, alguma delas chamam mais atenção que outras e assim tomamos nossas decisões.

Assim é o impacto de um CTA na vida de um leitor, que muitas vezes é o responsável por direcioná-lo a uma ação que pode solucionar seus problemas ou trazer alguma satisfação pessoal e até mesmo emocional!

Gosto sempre de reforçar que o tempo do seu usuário é valioso, por isso, precisamos impactá-lo do começo ao fim, para que ele pense que cada segundo “perdido” com a ação sugerida tenha valido a pena.

Acredito que você deve estar se perguntando: como o CTA de um e-mail pode ajudar com isso? Pois então acompanhe este artigo e descubra!

Mas afinal, o que é CTA (Call to Action)?

Traduzindo ao pé da letra, call to action significa chamada para a ação. Mas chamada do quê? Que ação?

Simples! O Call to Action vai levar o leitor a realizar uma determinada ação programada por você. Ao ler um e-mail, por exemplo, o que faz você seguir em frente e ler mais sobre o assunto? Ok, você pode me responder que é um conjunto de ações: um bom copy, uma boa imagem e, com certeza, um bom CTA.

Concordo plenamente, mas, caso o CTA não esteja presente no e-mail (ou passe despercebido por você), é muito provável que você desista de seguir em frente e encerre a relação com aquele e-mail, perdendo qualquer chance de conversão. Resumindo, o CTA é a cereja do bolo de um bom e-mail marketing.

Atenção com o assunto do e-mail ⚠

O que o assunto do meu e-mail tem a ver com o meu CTA de e-mail? Na verdade, eles não têm muita relação. No entanto, ambos interferem na vida um do outro completamente.

Afinal, se você não tiver um bom assunto, o seu leitor não vai abrir seu e-mail e muito menos clicar na seu CTA. 😂 Por isso, seja criativo no assunto do seu e-mail e, se possível, use preheader para dar uma prévia do que o leitor vai encontrar naquela mensagem. Com isso, você consegue ser mais convidativo, e-mail terá uma taxa de abertura maior e, consequentemente, seu CTA poderá BRILHAR!

Alô, quem tá falando?

Você sabe com quem está conversando? Um dos primeiros passos para criar um CTA estratégico para e-mail marketing é saber exatamente quem está na outra linha. Do que adianta preparar um e-mail e pensar em CTA’s arrasadores, se o seu leitor não quer nem saber do assunto que você está tratando?

Para ter a atenção do leitor e fazer com que ele se relacione com o e-mail e converta na ação, é preciso mais do que estimular sua curiosidade, você tem que trazer algo que o beneficie e seja relevante.

Seja objetivo 🎯

Antes de começar a preparar seu e-mail e as ações que farão parte dele, você precisa ter bem claro qual o seu objetivo. Ou seja, ao planejar uma campanha de marketing, você espera algo dela, correto?

E no e-mail você precisa deixar claro o que você espera que o seu leitor faça! Só assim você vai conseguir fazer um copy e criar um CTA que condizem com seus objetivos. Seguem alguns exemplos do que um CTA pode fazer por você:

  • Levar para o seu blog
  • Baixar um material rico
  • Levar para uma landing page de contato
  • Levar para suas redes sociais
  • Fazer inscrição em um evento

Simplifique e não complique

Você já ouviu aquela expressão “menos é mais”? Sim, ela também funciona para o CTA de um e-mail. Não quero dizer que você não pode surpreender aqui, mas você precisa ser claro, sem muitas voltas ou entrelinhas.

Quando o seu usuário ler seu CTA ele vai entender perfeitamente aonde ele vai levá-lo e o que ele vai encontrar com aquela ação. Esqueça conceitos difíceis aqui, foque em ser direto, surpreendente e verdadeiro, até porque se você prometer algo e, se não cumprir, você perde a confiança daquele leitor (e sabemos que isso é algo muito difícil de recuperar, não é mesmo? 💔).

No Way Do Not Want GIF - Find & Share on GIPHY

Faça testes A/B

American Dad Cooking GIF - Find & Share on GIPHY

Com certeza você já deve ter ouvido sobre a importância dos testes A/B para uma campanha. E para saber qual CTA usar, é válido fazer esse teste também. Afinal, é uma ferramenta poderosíssima, então, aproveite!

Se você está em cima do muro se o seu CTA irá realmente impactar e levar o leitor à ação, faça o teste. Como é feito isso? Sendo bem direta, com uma amostra da sua lista você enviará para uma metade o CTA “A” enquanto a outra metade receberá ao CTA “B”. Depois é só mensurar os resultados e seguir em frente com o vencedor 🏆

Converse com o leitor

Se você espera algo de alguém, comece falando com essa pessoa. Quer dizer, seja persuasivo com o seu leitor e escreva seu call to action na primeira pessoa e use verbos no infinitivo ou no imperativo, afinal de contas, estamos falando de ação!

Assim, o leitor vai entender que aquele e-mail foi feito exatamente para sua necessidade ou dor.

Não faça arco-íris no seu CTA!

Primeiramente, nada contra contra arco-íris 🌈. Segundo, o design do seu CTA, sem dúvidas, pode influenciar completamente na ação. Como já falamos aqui, você precisa cuidar com as cores, com a hierarquia visual e com o layout para não poluir o e-mail e trazer uma sensação desagradável que faça o leitor excluí-lo rapidamente.

Às vezes, pensando em atrair a atenção, o e-mail acaba ficando pesado e, apesar de chamar atenção, não passa credibilidade para o usuário e faz com que o objetivo do CTA seja inverso (o que não seria bacana, né?).

Use e abuse dessa ferramenta

Como todo mundo já sabe, o e-mail é uma poderosa ferramenta de marketing e que pode trazer resultados incríveis para sua campanha. E agora que você aprendeu algumas dicas para impactar com o seu CTA no e-mail marketing, use-as estrategicamente para atrair o seu público e alcançar os seus objetivos. Lembre-se de tudo que falamos aqui e aproveite o momento com o seu leitor para oferecer qualidade com o seu material. Afinal, você quer ou não aumentar o engajamento e as taxas de conversão da sua empresa?

Espero ter ajudado e se tiver alguma dica para compartilhar com a gente, ficaremos muito felizes! Até a próxima!


Você gostou do nosso artigo? Compartilhe nas Redes Sociais!

Izadora Schmitt

Izadora Schmitt

Se redescobrindo no marketing digital, apaixonada por comunicação, viagens e netflix. Acredita na mudança do ser humano e em um mundo melhor!
Izadora Schmitt