Blog, Email Marketing, Relacionamento,

Cuidados com o Design na criação do E-mail Marketing

Por Matheus Pasinatto em 16 de fevereiro de 2017
Um e-mail mal construído pode impactar na abertura e interação dos leitores e gerar resultados catastróficos em suas campanhas. Entenda como criar o e-mail ideal!
Leitura de 6 minutos
Cuidados com o Design na criação do E-mail Marketing
5 (100%) 6 votes

O disparo de e-mail marketing é um ponto essencial na engrenagem do Inbound Marketing. Ele contribui para atrair visitantes para seu site, bem como melhorar seu relacionamento com a base de Leads, como já explicamos em nosso artigo “E-mail marketing e os fatores que aumentam o retorno dos seus envios.

Um e-mail mal construído pode impactar na abertura e interação dos leitores, gerando resultados catastróficos em suas campanhas.

Coloque-se no lugar de seus Leads: geralmente quando abrimos nossa caixa de entrada, existem ali diversos e-mails de diferentes newsletters em que estamos cadastrados. Daremos atenção para um e-mail de mau gosto, ou que pareça amador?

Por outro lado, se você fizer o dever de casa e propuser uma boa experiência ao seu usuário por meio de e-mails interessantes, simples e atrativos, voilá: o panorama será bem diferente.

Neste artigo abordaremos aspectos de design que podem ser determinantes para o sucesso do seu e-mail. Vamos às dicas:

Defina seu público (Persona)

Como já falamos muitas vezes no blog, um público-alvo bem definido (com a definição de Personas) é a essência da estratégia. Este estudo influencia diretamente no relacionamento por e-mail e será seu guia, juntamente com a identidade visual, para definir cores, tipografia e organização dos elementos.

Inspire-se!

Na prática de design é importante ter boas referências, são elas que nos dão base para produzir algo original e eficiente. Nesse sentido, com uma simples busca na internet você encontrará algumas referências de design para e-mail Marketing. Nós fizemos nossa seleção:

Topo do e-mail

Quando o usuário abre o seu E-mail marketing, tanto em dispositivos móveis quanto em desktops, ele provavelmente não verá todo o conteúdo . Uma parte significativa dos usuários não chega nem a utilizar a barra de rolagem. Isto significa que quanto mais atraente for o seu topo de e-mail, maior a chance do usuário se interessar pelo conteúdo e clicar em seus CTAs (call-to-actions).

Não complique!

Colocar informações demais dentro de um e-mail tende a confundir o leitor. Sua linguagem visual deve ser enxuta e clara, evidenciar o que tem de ser destacado e, assim, conduzir o consumidor para onde você deseja.

Cuidados com as cores no e-mail

Já que a marca da empresa sempre estará presente nos seus e-mails, nada mais coerente que deixá-la influenciar a paleta de cores que será utilizada no E-mail Marketing. Assim se cria uma experiência mais harmoniosa para o usuário e reforça a identidade visual da empresa.

Organização do e-mail

Evite deixar conteúdos muito “soltos” no seu layout. Procure criar blocos de conteúdo organizando os elementos de forma que tenham coesão e agrupamento entre si.

Email Marketing no Mobile

Segundo uma pesquisa realizada pela Litmus em 2016, 54% das aberturas de e-mail foram realizadas, por meio de dispositivos mobile, então realmente não faz sentido você pensar somente nos usuários que acessam pelo computador.

O e-mail tem de ser responsivo. Isso inclui desde o tamanho do CTA  – que deve ser suficientemente grande para seu usuário clicar – até a tipografia que deve ser legível em telas menores.

Segundo o Consumer Adoption & Usage Study (2016), da Adestra, 71,6% dos leitores excluirão E-mails caso não sejam otimizados para mobile, e apenas 10% lerão. Fique atento!

Imagens

Aprenda a balancear a relação entre quantidade de imagens x quantidade de texto. Essa relação é essencial para a criação de uma boa peça de e-mail marketing.

Já citamos algumas vezes aqui no blog sobre a importância de nunca utilizar uma única imagem, com todas as informações, no corpo do e-mail. Este é o erro principal da maioria dos e-mails disparados. E você nunca deveria utilizar só imagens na suas peças, pois a maioria dos serviços bloqueia imagens grandes e a pessoa pode não conseguir visualizar a mensagem. Além disso, existe o risco de prejudicar a eficiência do disparo e do seu IP ficar registrado em listas de SPAM.

Então são dois pontos importantes relacionados às imagens que devem ser observados para que a sua taxa de entregabilidade de e-mails esteja sempre num bom patamar. São eles: a quantidade de imagens e tamanho das imagens (kb). Quanto mais imagens e mais “pesadas”, maior a chance de disparar o gatilho de bloqueamento automático dos servidores de e-mail.

Botões Call to Action

Se o objetivo do seu e-mail é a conversão, não deixe de dar o devido destaque aos seus CTAs. Para isso, utilize combinações de cores com bom contraste e textos curtos e convidativos.

Evite ao máximo utilizar botões em forma de imagem. A customização de elementos HTML está evoluída a ponto de poucas coisas ainda não poderem ser criadas em termos de design. Assim, você torna seu e-mail mais leve e evita que ele vá parar no SPAM.

Tipografia

De que adianta você preparar um super layout com diversas fontes especiais, se quando o seu usuário final for abrir o e-mail, ele estará todo diferente?

Os servidores de e-mail, na sua grande maioria, não aceitam a inserção de fontes da Web, que serviços como Google Fonts disponibilizam. Na prática, você deve se ater às fontes que o seu público terá instalada em seus computadores e celulares.

Se você realmente necessita  aplicar uma tipografia específica, a solução é gerar uma imagem e inseri-la no corpo do e-mail. Vale lembrar, como foi esclarecido no parágrafo anterior, que grande quantidade de imagens e/ou imagens muito pesadas podem comprometer a entregabilidade da campanha.

Lista de fontes seguras para Web

Helvetica, Arial, Arial Black, Comic Sans, Courier New, Georgia, Impact, Charcoal, Lucida Console, Lucida Sans Unicode, Lucida Grande, Palatino Linotype, Book Antiqua, Palatino, Tahoma, Geneva, Times, Times New Roman, Trebuchet MS, Verdana, Monaco.

Rodapé

No rodapé, deve haver informações úteis sobre a empresa, como endereço, site e e-mail. Essas informações passam mais credibilidade ao leitor e poderão definir se o seu consumidor vai comprar ou não o que quer que você esteja oferecendo.

Links para mídias sociais podem ser colocados aqui para estender seus vínculos com o público.

Extra: Ferramentas para automação de E-mail Marketing

Existem diversas ferramentas no mercado que auxiliam no processo de desenvolvimento, envio e monitoramento de campanhas de e-mail marketing. Dentre elas, podemos destacar:

Mail Chimp: Plataforma de e-mail marketing mais utilizada no mundo. Tem desde planos gratuitos até planos para grandes empresas;

Campaign Monitor: Com planos a partir de US$ 9,00, é outro gigante do setor;

RD Station: Software completo de marketing e vendas, made in Brasil, que dispõe de ferramentas de automação de e-mail marketing.

E você? Tem adotado estratégias de design para melhorar sua comunicação por e-mail? Deixe um comentário e, caso tenha gostado, compartilhe! 🙂

Você gostou do nosso artigo? Compartilhe nas Redes Sociais!

Matheus Pasinatto

Matheus Pasinatto

Designer Gráfico em Conexorama
Designer gráfico, acredita muito no poder de comunicação do Design para solucionar problemas. Gosta de colocar a mão na massa, constrói coisas, cuida de uma horta e curte tocar contrabaixo.
Matheus Pasinatto

Últimos posts por Matheus Pasinatto (exibir todos)