Blog, SEO, Visitantes Qualificados,

7 passos simples para uma estratégia de SEO eficiente

Por Jean Vidal em 30 de junho de 2016
Você não precisa ser um mago do SEO para garantir um bom posicionamento orgânico para o seu site. Confira 7 passos simples para uma estratégia forte de SEO!
Leitura de 6 minutos
7 passos simples para uma estratégia de SEO eficiente
5 (100%) 7 votes

Se você está assumindo, melhorando ou somente começando uma estratégia de SEO para um website, saiba que o básico não é tão difícil. Na verdade, a maioria das coisas é senso comum. Ou seja, você não precisa ser um guru do assunto para construir uma estratégia forte e eficiente de Search Engine Optimization.

Claro que existem os experts no assunto, seus conhecimentos são muito valiosos e nós precisamos desses profissionais. Afinal, há muita ciência envolvida em SEO e que está constantemente mudando ao passo que motores de busca como o Google continuam a atualizar seus algoritmos.

Porém, volto a frisar que você não precisa ter um mestrado em SEO para garantir um bom posicionamento orgânico para o seu site. E, para alcançar isso, siga estes 7 passos simples!

1. Conheça suas Palavras-chave

Você certamente não consegue fazer muita coisa se não souber quais são os termos que seu público-alvo está usando para buscar soluções para problemas que a sua empresa resolve. Aqui, um pouco de pesquisa é necessário.

Você deve se colocar no lugar do seu potencial cliente e se perguntar: como eu encontraria soluções para meus problemas? O que eu devo procurar no mecanismo de busca? Vamos a um exemplo: se você oferece serviços veterinários para aves, seu cliente em potencial provavelmente busca clínicas desse tipo. Comece a fazer buscas por termos relacionados e veja os sites que aparecem. Repare nas palavras usadas nos snippets:

pesquisa google

 

Na pesquisa acima por “veterinários para aves”, palavras como “clínica médica”, “hotel” e “domicílio” aparecem. Lembre-se de pensar também em palavras relacionadas, como sinônimos e grupos de palavras. Ainda nessa pesquisa, você poderia considerar frases de palavras-chave como “hospedagem para aves”, “veterinário para pássaros” e “cirurgia para aves domésticas”

2. Ofereça conteúdo de alta qualidade

Aqui, a ideia é usar o seu “senso marketeiro” e criar conteúdo engajador que seja valioso para o seu público. E isso inclui conteúdo que responde às perguntas que seus compradores têm, que fornece informações que eles podem usar e que os educa para que eles possam ser melhores no que fazem.

Dentro desse conteúdo, lembre-se de usar naturalmente palavras-chave adequadas. Mas não tente lotar suas páginas adicionando estes termos várias vezes em seu conteúdo, meta-tags, descrições, etc. Isso não vai ajudar o seu ranking nas buscas (na verdade, pode até ser prejudicial).

Se algum mecanismo de busca percebe que você está fazendo isso (e eles irão perceber, afinal seus robôs são muito inteligentes), você pode ser penalizado ao ter uma piora em seu posicionamento ou até mesmo seu site removido da indexação do mecanismo. Além do mais, isso também não vai impressionar seus leitores, afinal, ninguém quer ler as mesmas palavras repetidamente em um texto. Lembre-se sempre que você está escrevendo para uma pessoa.

3. Use palavras-chave nas URLs das páginas do seu site

As URLs das suas páginas são importantes para o seu SEO, portanto não devem ser ignoradas. É aqui que a sua pesquisa de palavras-chave vai ser útil. Por exemplo, se uma página fala sobre seu produto que ajuda a quitar dívidas, então a URL para essa página deve ser produtos/quitar-dividas. Tente focar nas palavras-chave adequadas que são mais comuns e mais buscadas. Se você precisa decidir entre “quitar dívidas” ou “pagar dívidas”, escolha aquela que tem o maior ranking de busca.

Para checar o ranking de busca, existem algumas maneiras rápidas e fáceis (além de gratuitas). Uma delas é usar o Planejador de Palavras-chave do Adwords. Basta digitar seus termos para ter uma noção da popularidade dos mesmos historicamente em matéria de volume de busca. Também é possível usar o Google Trends, onde você pode comparar diferentes palavras-chave em um gráfico de interesse ao longo do tempo.

google trends

4. Não ignore os títulos de páginas

Criar títulos interessantes e engajadores é essencial para as suas páginas. Certifique-se de que eles vão chamar a atenção do seu público para que eles leiam o conteúdo que você desenvolveu.

A pergunta que você deve se fazer aqui é: qual benefício eles tirarão do conteúdo dessa página? Quando você tiver essa resposta, encurte seu título, use palavras fortes e deixe-o atrativo (até mesmo usando algum tipo de figura de linguagem). Lembre-se também de que sua palavra-chave deve estar presente no cabeçalho (H1) e/ou no cabeçalho 2 (H2). Se usarmos o exemplo do produto de pagar dívidas acima, o H1 poderia ser “Pagar dívidas ficou mais fácil”.

5. Revise cada página para inserções adicionais de palavras-chave

Depois de ter criado conteúdo de alta qualidade que é útil para o seu público, e títulos que prendem a atenção para engajá-los e motivá-los a ler mais, volte e revise tudo que você escreveu. Procure por lugares onde você poderia inserir naturalmente palavras-chave. De repente, você pode reescrever uma frase para incluir um termo. Por exemplo, em uma página sobre automação de marketing, “Encontre os melhores clientes e tenha mais conversões” poderia ser trocado por “A automação de marketing ajuda você a encontrar os melhores clientes e ter mais conversões”.

Além disso, considere também criar uma “frase-chave” onde você pode adicionar uma palavra junto a uma palavra-chave. Exemplo: se você tem uma frase falando sobre “campanhas de marketing” e o termo “automação de marketing” é uma palavra-chave nessa página, você poderia incluir “automatizadas”. Faça mais de uma revisão e surpreenda-se com as eventuais oportunidades que você deixou passar da primeira vez!

6. Melhore a experiência do usuário

Essa questão vai um pouco além de conteúdo de páginas, porém uma boa experiência de usuário vem se tornando cada vez mais importante em rankings de SEO. Nos últimos anos, especialistas notaram que o Google está colocando mais ênfase em sites que oferecem experiências de usuário de qualidade em plataformas e dispositivos. Claro, os fatores de ranqueamento tradicionais ainda são os mais importantes, mas a otimização para mecanismos de busca está cada vez mais se tornando experiência do usuário.

Assim, seu website deve ser intuitivo e fácil de navegar, e cada link deve levar seus visitantes para o próximo “pedaço” de informação que eles estão buscando.

7. Contrate um especialista em SEO

Como já foi dito anteriormente neste post, o básico do SEO é, em sua maior parte, senso comum. No entanto, se você tem como bancar um especialista na área, essa é uma atitude sábia e que vai garantir que seu site fique realmente otimizado. Um consultor de SEO ou agência pode analisar seu site e ver como está o desempenho do mesmo em relação às suas palavras-chave mais importantes. Você terá uma lista de ações prioritárias que irão ajudá-lo a levar seu site para outro patamar.

E volto a ressaltar: você não precisa ser um mago do SEO para garantir um bom posicionamento do seu site para tráfego de mecanismos de busca. Apenas use seu senso comum e, claro, as sete dicas listadas acima neste post.

Se você tem mais dicas sobre como construir uma boa estratégia de SEO, deixe seu comentário abaixo! Gostou do artigo? Compartilhe-o nas redes sociais!

Você gostou do nosso artigo? Compartilhe nas Redes Sociais!

Jean Vidal

Jean Vidal

CEO e Growth Hacker em Conexorama
Atuo há mais de 14 anos com Marketing Digital, tendo participado do nascimento da Resultados Digitais. Tenho experiências como Gerente de Ecommerce e participei diretamente na implantação de mais de 100 projetos de Inbound Marketing.
Jean Vidal