Analisar, Blog,

Glossário de Inbound – em até 140 caracteres – segundo a Conexorama

Por Jean Vidal em 2 de maio de 2018
Listamos todos os conceitos interligados ao Inbound Makerting para tentar chegar no cerne da compreensão. E tudo em até 140 caracteres! Será que conseguimos?
Leitura de 10 minutos
Glossário de Inbound – em até 140 caracteres – segundo a Conexorama
5 (100%) 5 votes

Pode parecer redundante dizer que é “segundo a Conexorama” (observou isso no título deste artigo?), mas, se você estuda Inbound Marketing e tem acompanhado diversos blogs (RD, Hubspot, Pipz, Contentools, etc), deve ter esbarrado em algumas divergências de conceitos aplicados.

Isso acontece porque não existe nenhum órgão regulamentador (OIB – Ordem de Inbound do Brasil – seria massa!), já que o Inbound é um mercado novo e é um conceito/método em evolução.

Diante disso, já me peguei lapidando com a minha própria equipe o “discurso da Conexorama”, como nós definimos Lead, Automação, Landing Page, Marketing de Conteúdo e etc. Hoje, registramos esse nosso modo de pensar neste artigo.

Por isso, o artigo de hoje é um pouco diferente dos demais, já que iremos listar todos os conceitos interligados ao Inbound e tentar chegar no cerne da compreensão, em até 140 caracteres (até em menos, se for possível). Será que conseguimos? Confira!

Glossário do Funil de Inbound Marketing

Para começarmos, o princípio será (sempre) o funil de Inbound:

Visitante é um internauta que acessou alguma url do site da minha empresa.

74 Caracteres

Lead é um contato. Alguém que preencheu um formulário em meu site (deixando email e/ou telefone) e minha empresa pode entrar em contato.

136 Caracteres

Lead Qualificado é a minha Persona. Um Lead que, com base no que respondeu (cargo, segmento, etc), ficou claro que é a minha Persona.

133 Caracteres

MQL (Marketing Qualified Leads) é a minha Persona com um alto Lead Scoring (está apaixonado pelo marketing da minha empresa).

125 Caracteres

SAL (Sales Accepted Leads) é o Lead MQL que o meu SDR validou e vendas topou abordar.

85 Caracteres

SQL (Sales Qualified Leads) é o Lead Persona e que solicitou atendimento.

73 Caracteres

Se agora os conceitos estão mais claros, você provavelmente notará também que, no funil, do Visitante ao MQL temos maior responsabilidade para com o Marketing. A partir daí, entramos mais no campo do time de vendas.

Aliás, mencionamos um cargo importante entre Marketing e Vendas, que é o SDR:

SDR (Sales Development Representative) é o responsável pelo primeiro contato com Leads Qualificados antes do atendimento comercial.

131 Caracteres

Se você quiser entender mais do mundo do SDR, temos um webinar que fala sobre Gestão de Leads.

E, lendo o que explicamos até aqui, já temos os próximos conceitos a serem destrinchados:
Persona, Lead Scoring e aproveito e coloco na conta já as Landing Pages, entre outros.

Glossário das “ferramentas” de Inbound Marketing

Ok, o nome “ferramentas” não ficou legal, me desculpe. A palavra que estava buscando não surgiu (se tiver uma ideia deixe nos comentários que atualizo), mas o foco são os principais instrumentos ligados ao Inbound, como:

Landing Page (LP) uma página de “aterrissagem”, foco em conversão, em que “perde-se” os elementos de navegação e mira na ação desejada.

135 Caracteres

Segundo a nossa visão, existem 4 principais modelos de Landing Page: Conversão, Progressive Profile, Pagamento Social e Thank You Page.

Persona é a personificação do público alvo. Baseada em dados reais ela é a representação semi-fictícia do seu cliente ideal.

124 Caracteres

A Persona influencia diretamente a produção de conteúdo e a maior dúvida de quem está fazendo (ou refazendo) o registro das suas é como definir as Personas de forma rápida e efetiva.

Lead Scoring é a aplicação da sinalização de Perfil (A,B,C,D) e Scoring conforme pré-determinado para identificar Personas e engajamentos.

138 Caracteres

Se você ainda tem dúvidas, escrevemos um artigo que explica o que é e como definir o Lead Scoring.

Autoresponder é o processo mais simples de continuação do relacionamento. Converteu em uma LP entra em um flows (fluxo) de e-mails.

131 Caracteres

Nutrição de Leads é o relacionamento com Personas, através da régua de relacionamento, para ser autoridade e influenciar a Jornada de Compra

140 Caracteres

Automação de Marketing é a tecnologia com o foco em integração e automatização dos processos de Marketing e Vendas.

115 Caracteres

De todos os assuntos, esses três últimos citados são os mais “complicadinhos” de entender. Mas a chave é assimilar as separações entre cada um, para poder entrar de vez na construção do seu castelo de relacionamento com a base.

Se quiser se aprofundar nesse assunto, indico a leitura sobre a diferença de Autoresponder, Nutrição e Automação.

Keyword são termos chave para minha empresa. Palavras ou expressões muito importantes para que eu apareça nas primeiras posições do Google.

139 Caracteres

Guest Post é um convidado para publicar um post (um artigo) em um blog. Posso convidar redator ou empresa ou ser convidado.

123 Caracteres

Heading Tags (H1, H2…) são elementos importantes para o Google no HTML de uma página para representar a hierarquia do título e subtítulos.

140 Caracteres

Page Title é o título de uma página, aparece na aba do navegador e interligado a descrição na SERP. Um dos elementos importantes de SEO.

136 Caracteres

Bom, não fazia parte desse conjunto, mas já que comentei:

SERP sigla do termos em inglês “Search Engine Results Page”, que é o resultado da página de buscas.

99 Caracteres

Essas são as “ferramentas” mais comuns ligadas ao Inbound. Se você sentiu falta de alguma, deixe no comentários que adicionamos.

Agora é preciso ainda falarmos de outro conjunto de termos, que são as próprias estratégias de Marketing Digital, interligadas ao Inbound.

Glossário das estratégias ligadas ao Inbound

“O conceito de estratégia, em grego strateegia, em latim strategi, em francês stratégie…”.
Os senhores, estão anotando? Eu vou pedir isso na prova.

Eu vou retomar o raciocínio e começar do nosso próprio termo, Inbound.

Inbound Marketing é um método completo de Marketing Digital, com foco em se posicionar como autoridade e vender em um funil bem definido..

137 Caracteres

Marketing de Conteúdo é uma abordagem estratégica como autoridade focada em criar e distribuir conteúdo de valor, relevante e consistente.

138 Caracteres

Permita-me só fazer uma pausa. É que muita gente confunde o Marketing de Conteúdo com o Inbound, só que não é bem assim. Não existe Inbound sem Marketing de Conteúdo, mas você pode sim só fazer Marketing de Conteúdo (e não trabalhar o Inbound, não desenvolver o seu funil de vendas).

Growth Hacking é uma estratégia de marketing orientado para experimentos, onde o resultado (número) é o juiz.

110 Caracteres

O Growth é a estratégia mais “confusa” para o brasileiro e acredito que assim seja pois é uma mudança de mindset, de pensamento e forma de gerenciar (pela minha opinião e com o Growth pelos resultados dos experimentos).

Ele pode gerar grandes resultados para minha empresa e talvez por isso que o nosso ebook de Growth Hacking seja um dos nossos materiais mais baixados. Vale a sua leitura.

Inside Sales ou Vendas Internas é o processo de vendas ocorrendo dentro da empresa, sem precisar sair do ambiente do trabalho.

126 Caracteres

Inbound Sales é o processo de vendas, dentro de casa, para Leads gerados e qualificados pelo Inbound Marketing.

112 Caracteres

Assim como falamos acima, onde citamos que não existe Inbound sem o Marketing de Conteúdo, é evidente pra gente que não existe o Inbound Sales, sem o Inside Sales, já que é comum a estratégia de Inbound gerar Leads e se posicionar como autoridade pelo país como um todo.

Mas que sim, pode ocorrer do Lead vir por Inbound e em algum momento (no avanço do processo de vendas e conforme o ticket do negócio) vendas optar por um encontro presencial. Vai do processo de vendas de cada empresa.

Links Patrocinados são anúncios em texto, que ficam destacados na SERP e tem um potencial enorme gerar visitantes qualificados.

127 Caracteres

Remarketing gera uma lista de usuários que já visitaram o seu site e passar a exibir (“perseguir”) com anúncios em outros canais.

129 Caracteres

O remarketing é o “xodó” de quem está aprendendo sobre Links Patrocinados. É que existem muitos conteúdos explicando os resultados fortes com a aplicação dessa modalidade. O que comentam pouco é a importância de você já ter uma boa audiência, quantidade de visitantes (e visitantes qualificados), para gerar listas “grandes” que vão realmente impactar no retorno sobre o investimento.

SEO (Search Engine Optimization) significa um conjunto de estratégias e diretrizes para que o seu site esteja bem ranqueado nos buscadores.

139 Caracteres

Link Building são estratégias para adquirir links de outros sites que são relevantes e interligados ao tema do seu negócio.

123 Caracteres

Co-Marketing é um trabalho coletivo entre empresas para alcançar objetivos de marketing, como credibilidade, buzz, maior alcance e etc.

123 Caracteres

Inclusive o co-marketing que ajuda a gerar mais Leads é um excelente estratégia de Link Building, que por sua vez faz parte das diretrizes para estar bem ranqueado (SEO). 🙂

Para encerrarmos, ainda precisamos falar de funil de Marketing de Conteúdo.

Glossário do Funil de Conteúdo

Quando você começa a trabalhar com a produção de conteúdo, verá que começará debates sobre Personas, Keywords, e principalmente se é um conteúdo topo, meio ou fundo de funil, e qual o estágio na Jornada de Compra.

Aqui precisamos entender esses conceitos também:

TOFu sigla em inglês para Top of the Funnel, ou topo de funil, são conteúdos ligados ao começo da Jornada de Compra.

116 Caracteres

MOFu sigla em inglês para Middle of the Funnel, ou meio de funil, são conteúdos ligados ao meio da Jornada de Compra.

117 Caracteres

BOFu sigla em inglês para Bottom of the Funnel, ou fundo de funil, são conteúdos ligados ao final da Jornada de Compra.

119 Caracteres

Particularmente sempre aproveito para dizer que existe o SEFu, que é quando você não faz nada de conteúdo e se F#*!. Sim, é uma piada horrível mesmo, mas vale o puxão de orelha.

Você observou que a explicação ficou muito mais light, mais simples, indicando topo, meio e fundo para a Jornada de Compra? É para ser assim mesmo, já que os dois conceitos estão ligados. Então o que é Jornada de compra?

Jornada de Compra são etapas até a tomada de decisão, que todos nós vivemos (consciente ou inconscientemente) antes de comprar algo.

133 Caracteres

Essas etapas são:
1 – Aprendizado
2 – Reconhecimento do problema
3 – Consideração das soluções
4 – Decisão de compra

Passamos por cada etapa para a aquisição de uma caneta ou de um carro. Só que logicamente a velocidade (e o tempo consumido) em cada etapa é proporcional a complexidade da decisão. Na caneta é rápido, no carro é um pouco mais demorado.

Mas Jornada de Compra (4 passos) e etapas do funil (3 passos) estão interligados e sobrepostos. Entender isso é muito bacana e facilita o dia-a-dia de quem aplica o Marketing de Conteúdo.

Só que aqui já é um assunto para um outro artigo.

Antes de encerrar, é válido citar ainda que não entramos a fundo no Glossário do mundo dos Links Patrocinados. Ali existem diversas siglas (CPC, CPM, CPA, CTA, Índice de Qualidade e etc) que não colocamos neste artigo, porque fazem parte do nosso guia para anunciar no Google AdWords.

E você, sentiu falta de algum item em nosso glossário? Discorda de alguma descrição que geramos? Deixe um comentário e façamos deste artigo um conteúdo vivo, sempre em evolução. 🙂

Você gostou do nosso artigo? Compartilhe nas Redes Sociais!

Jean Vidal

Jean Vidal

CEO e Growth Hacker em Conexorama
Atuo há mais de 14 anos com Marketing Digital, tendo participado do nascimento da Resultados Digitais. Tenho experiências como Gerente de Ecommerce e participei diretamente na implantação de mais de 100 projetos de Inbound Marketing.
Jean Vidal