Blog, Email Marketing, Relacionamento,

Por que é tão importante limpar listas em disparos de Email Marketing?

Por Giovanni Carus em 5 de Maio de 2017
Uma das primeiras ações que deve-se levar em consideração para que o Email Marketing funcione, de fato: limpar listas de contatos. Entenda!
Leitura de 4 minutos
Por que é tão importante limpar listas em disparos de Email Marketing?
5 (100%) 6 votes

Um assunto que sempre vira polêmica em encontros de profissionais de Marketing é a efetividade do Email Marketing. A questão se confunde porque, de 10 a 15 anos para cá, muita coisa mudou nessa estratégia.

O que se conhecia como “Email Marketing” naquela época, hoje é o famigerado SPAM – que realmente incomoda, não funciona e nem gera retorno. Por isso, investir nesse canal é perda de tempo, certo? Errado! Campanhas de email são ainda muito vantajosas, para quem sabe operar e trabalhar com elas, tendo o potencial de ser uma das melhores ferramentas de fidelização e relacionamento de uma empresa.

Por isso, neste artigo, veremos uma das primeiras ações que deve-se levar em consideração para que o Email Marketing funcione, de fato: limpar listas de contatos. Boa leitura!

Mas por que limpar listas de email?

Já percebeu que os clientes estão ficando cada vez mais ligados, quando se trata em publicidade digital?

Até você mesmo já desenvolveu uma crescente habilidade de bloquear propagandas indesejadas, nas suas mais diversas formas. A balança do poder entre marketing e consumidor está pendendo exponencialmente para quem compra o produto, o que é muito bom.

Por isso, não adianta colocar seus emails em um canhão direcionado a listas inativas ou compradas. Você estará perdendo tempo, dinheiro e ainda danificando seriamente a sua marca perante esse público. Entenda os fatores que aumentam o retorno dos seus envios.

Além disso, provedores de email possuem sistemas de segurança que implementam mais e mais fronteiras para definir o que é uma campanha de Email Marketing aceitável. Reclamações de spam, mensagens não entregues e unsubscribes devem estar todas dentro desses limites para evitar que sua conta seja punida.

Sendo assim, emails para listas não qualificadas podem gerar suspensões, multas e, claro, resultados terríveis para sua estratégia de Marketing Digital.

Como fazer a limpeza de listas de email?

Os esforços de uma limpeza de listas podem ser delimitados em três etapas:

1. Eliminando emails com bounce

Um ponto-chave na higienização de listas é bem objetivo: “Por que minhas mensagens não estão chegando ao destino?”. Quando esse evento acontece, nós o chamamos de bounce.

Bounces estão separados em dois tipos: o hard bounce e o soft bounce.

  • Hard Bounce: é quando o email do destinatário foi desativado, por algum motivo.
  • Soft Bounce: ocorre quando um email ativo é impedido de receber mais mensagens, geralmente pela lotação da caixa de entrada.

Independente do motivo, o objetivo principal aqui é reduzir a taxa de bounces, para que seu Email Marketing não sofra sanções dos provedores. Retire os endereços assim que eles sofrerem o primeiro bounce e evite esse problema na sua campanha.

2. Usuários de baixa atividade: quem são eles?

Agora que você retirou aqueles que sequer receberam suas mensagens, chegamos à segunda questão: “Por que aqueles que receberam meu email não reagem à oferta?”.

Como não há um custo financeiro adicional em continuar mandando emails, muitos costumam não ligar para a taxa de abertura de uma peça de Email Marketing, mas os provedores ligam.

As métricas de recebimento de email estão presentes nas análises dos serviços de email, que regulam sua segurança para automaticamente separar e eliminar aquelas mensagens inconvenientes que ninguém abre, em outras palavras: SPAM.

Como não queremos que nossa campanha vá para o lixo, uma segmentação de Leads bem definida pode distinguir aqueles emails com usuários que reagem pouco ao que é enviado. Com essa informação, diminua o número de emails para esses contatos. É uma “nutrição” balanceada para quem consome menos informação sobre seu negócio.

3. Confirmação de usuários ativos

Por fim, existem aqueles que são parte da sua base ativa de emails, mas não abrem o que você envia faz um certo tempo. Envie uma mensagem de confirmação, perguntando o que aconteceu e se esse contato deseja continuar recebendo seus emails. Se não obtiver resposta nenhuma, coloque-o em uma lista secundária, entrando em contato apenas em momentos indispensáveis.

Como você pode ver, limpeza de listas não é só o corte de emails inválidos ou sem retorno, mas a organização dos que ainda podem estar interessados no seu conteúdo. É um trabalho duro mas, se você tiver uma metodologia clara e diligência, manter suas listas de email limpas só trará benefícios para suas campanhas de Email Marketing.

Você já realiza esse tipo de higienização na suas listas de email? Ficou interessado em implementar essa política em seu Marketing? Comente aqui com a gente!

Você gostou do nosso artigo? Compartilhe nas Redes Sociais!

Giovanni Carus

Giovanni Carus

Content Expert em Conexorama
Criador e Analista de Conteúdo, formado em Letras e escritor nas horas vagas. Aficionado por livros, gremista, toca violão e fala sozinho, às vezes.
Giovanni Carus

Últimos posts por Giovanni Carus (exibir todos)