Blog, Geração de Leads, Teste A/B,

O que é um Teste A/B e por que você deve realizá-lo

Por Jean Vidal em 18 de Abril de 2016
Vamos entender esse conceito de Teste A/B, os motivos para aplicar e quais os principais elementos para testar na sua página de destino. Confira!
Leitura de 5 minutos
O que é um Teste A/B e por que você deve realizá-lo
5 (100%) 9 votes

Se você trabalha ou está envolvido de alguma forma com Marketing Digital, provavelmente já ouviu falar sobre os Testes A/B. Mas você sabe o que significam e como devem ser aplicados?

No artigo de hoje, vamos entender melhor esse conceito de Teste A/B, os motivos para aplicar e quais os principais elementos para testar na sua página de destino. Confira!

O que é um Teste A/B?

Basicamente, podemos definir um teste A/B como uma análise comparativa de resultados conseguidos através de duas versões distintas de uma mesma página web que tem o mesmo objetivo, são acessadas pela mesma audiência e ao longo do mesmo período de tempo.

Colocando de forma simples: duas versões de uma página web são criadas, com somente uma mudança (em algum detalhe específico), que são exibidas em revezamento a cada acesso ao website – em outras palavras, metade dos visitantes vai se deparar com a primeira versão da página (A) e a outra metade encontrará a segunda versão (B).

O grande propósito aqui é analisar as interações dos usuários com as diferentes versões da página e, assim, chegar à conclusão de qual delas teve a maior taxa de conversão – ou seja, qual das páginas cumpriu melhor a missão de conduzir os visitantes a realizar uma ação que você considera como retorno para o investimento feito no seu site, seja a geração de Leads para vendas ou a compra de um produto.

Além de sites empresariais e lojas virtuais, os Testes A/B também são bastante utilizados em outras interfaces web, como campanhas de Email marketing, por exemplo.

Por que devemos realizar Testes A/B?

Todo mundo espera resultados quando se faz um investimento constante em comunicação para determinado site. Ao aplicar esse tipo de teste, torna-se possível avaliar qual dos modelos de página alcança uma melhor performance, potencializando assim o investimento feito.

Além disso, esses testes nos permitem testar teorias de maneira rápida e também obter informações suficientes para servir como base de decisões corporativas.

Sabemos que existe uma rotina quando o assunto são produtos web: lançar, testar, aperfeiçoar e lançar novamente. Fazendo uma analogia, seria algo como trocar de tênis sem parar de correr. E tal rotina de ações é um dos maiores pontos fortes que a web pode oferecer ao seu negócio por uma simples razão: torna a tomada de decisões importantes mais rápida. Em outros ramos de negócios, tal tomada poderia demorar tanto a ponto de causar um considerável impacto financeiro.

Assim, com uma rotina de testagem A/B, é possível apontar falhas de projeto e solucioná-las baseado no critério mais relevante: o resultado.

Quais os principais elementos que você deve testar em uma Landing Page?

Em uma página web, praticamente qualquer elemento pode ser testado. Tudo aquilo que interage, influencia ou é percebido pelo usuário deve passar por experimentos. Porém, vamos listar aqui alguns elementos importantes que devem receber atenção especial e serem testados a fim de levar os visitantes a realizarem a conversão. Vamos a eles:

  • Título: o título de uma página é um dos itens mais importantes que devem passar por Testes A/B pois é a primeira impressão de um visitante. Para dar mais valor à sua Landing Page, você pode testar tanto chamadas positivas como negativas. Exemplos: “melhore suas vendas”, “descubra o maior erro”, e por aí vai.
  • Imagens: Depois de testar seu título, procure fazer alguma mudança em termos de imagem. Você verá que pode obter resultados surpreendentes. As imagens ficam ainda mais importantes se você as usa como background da sua página. Aqui, é possível mudar cores, número de imagens, pessoas, etc. O importante é testar!
  • Vídeo: Existem alguns estudos e testes que indicam que ter um vídeo em sua Landing Page pode aumentar consideravelmente a sua taxa de conversão. Aqui, você pode testar colocar Autoplay, mudar a duração do vídeo, inserir uma apresentação de slides, etc.
  • Texto: Aqui, a dica é a seguinte: escreva apenas o necessário e nada mais. Você não deve fazer o leitor perder tempo com palavras que poderiam ser facilmente cortadas. E caso realmente precise de um texto maior, lembre-se de usar parágrafos, Bullet Points, negrito e até imagens para não fazer o leitor se cansar.
  • Formulários de Email: Muito provavelmente suas Landing Pages tentarão obter o email dos visitantes em troca de algo de valor. Assim, esse formulário deve ser simples e eficaz. Alguns itens que podem ser testados são: número de campos obrigatórios, uma seta que aponte para o formulário, o design e informações sobre privacidade.
  • Calls-to-action (CTA’s): esse é o grande objetivo da sua Landing Page. É, literalmente, uma chamada para a ação, ou seja, a conversão. Uma CTA ideal não deve ser subjetiva e sim descritiva. Você deve deixar bem claro na chamada qual ação o usuário está realizando (no case de um eBook, por exemplo, poderia ser “baixar eBook”).
  • Cores: Você pode até duvidar, mas em qualquer estrutura de design as cores são essenciais. Uma boa dica aqui é testar diferentes contrastes até chegar naquele que funciona melhor para seu negócio. Procure destacar os itens que são importantes para você e para o visitante na Landing Page.

A essa altura você já deve ter reparado que implementar Testes A/B não é uma opção e sim um dever para aqueles que visam alcançar resultados acima da média através da internet. Negócios de diferentes nichos podem se beneficiar desse tipo de teste, já que os mesmos são realizados diretamente com a pessoa mais importante: o cliente.

Um teste A/B, à primeira vista, pode parecer perfeccionismo pois são detalhes pequenos se comparados à totalidade de uma página web. Porém, quando o assunto é otimização, o “perfeito” simplesmente não existe. Afinal, quanto mais pudermos aumentar o número de conversões, melhor.

E você, já realizou Testes A/B em suas Landing Pages? Conseguiu obter conclusões satisfatórias? Se gostou do artigo, compartilhe-o nas redes sociais e deixe seu comentário abaixo!

Você gostou do nosso artigo? Compartilhe nas Redes Sociais!

Jean Vidal

Jean Vidal

CEO e Growth Hacker em Conexorama
Atuo há mais de 14 anos com Marketing Digital, tendo participado do nascimento da Resultados Digitais. Tenho experiências como Gerente de Ecommerce e participei diretamente na implantação de mais de 100 projetos de Inbound Marketing.
Jean Vidal