*Como fazemos, Blog,

Como fazemos o Onboarding de Inbound Marketing

Por Gabriella Szpoganicz em 26 de janeiro de 2017
Quando chega um cliente novo o primeiro processo indicado é o Onboarding. Quer saber como funciona o nosso Onboarding? Vem com a gente!
Leitura de 6 minutos
Como fazemos o Onboarding de Inbound Marketing
5 (100%) 3 votes

Onboarding, em português, significa embarcar. Aqui na agência, chamamos de onboarding os primeiros passos rumo à jornada do Inbound Marketing. Ou seja, a definição das estratégias necessárias para que o cliente embarque nesse processo e inicie sua viagem por esse novo caminho.

Temos diversos processos que precisam ser explicados e alinhados com o cliente e, para isso, a primeira coisa que fazemos é a elaboração de um cronograma, em que listamos as atividades dos três primeiros meses de trabalho. Desse modo, todos podem acompanhar tudo que é realizado por aqui e o prazo para que isso aconteça. Segue exemplo de como fazemos:

 

Com o cronograma pronto, marcamos uma call com o cliente para explicar todas as tarefas e pegar a aprovação dele. A partir disso, podemos começar, efetivamente, os trabalhos. É importante frisar que esse controle de atividades é atualizado semanalmente, quando enviamos o report das atividades realizadas na semana anterior para o cliente e as marcamos como realizadas. E a cada três meses, geramos o cronograma dos próximos três.

 

Agora, vamos apresentar os processos de onboarding que adotamos internamente, um por um, ok? Acompanhe!

Definição de Personas

Nada no Inbound Marketing funciona sem personas. Meio radical, né? Mas é verdade! Se você começar a aplicar o Marketing de Conteúdo na sua empresa sem definir quem são as suas personas, sua estratégia estará fadada ao fracasso. Para garantir que nossos clientes tenham suas personas bem definidas e que suas ações e conteúdos estejam alinhados com seu público-alvo, criamos um typeform com perguntas para identificar esses perfis. Mas, como funciona?

Aqui na Conexorama, enviamos o link do typeform para o cliente, sempre com uma explicação do que se trata e o porquê daquelas perguntas.  O cliente deve respondê-las de acordo com as necessidades e objetivos das suas personas. Com essas respostas, conseguimos mapear os clientes em potencial dessa empresa e registrá-los. Segue exemplo de como fazemos:

 

Saiba mais sobre como definir personas de forma rápida e efetiva, e como utilizá-las.

Estudo de Palavras-chave

Um estudo completo das keywords importantes para o seu negócio é essencial para ter sucesso na sua presença digital. Com as suas keywords bem definidas, você conseguirá gerar títulos otimizados para os seus artigos e materiais ricos. Vai também melhorar seu posicionamento nos mecanismos de busca, tanto nos resultados orgânicos quanto nos pagos.

Conforme os trabalhos forem sendo desenvolvidos e os resultados forem aparecendo, você precisará voltar nesse processo, para analisar se as palavras definidas no começo ainda fazem sentido para a sua estratégia. E assim também deverá ser com as suas personas: se sua empresa é nova, pode não estar ciente do peso que cada persona tem para o negócio ou, até mesmo, se a persona é importante, se merece esforço e investimento. Retorne sempre que possível nesses dois pontos e garanta ainda mais sucesso!

Estruturação da Jornada de Compra

Após definidas as personas e alinhadas as palavras-chave, conseguimos montar a Jornada de Compra, que nada mais é do que distribuir seus conteúdos entre as quatro etapas: Aprendizado e Descoberta > Reconhecimento do Problema > Consideração da Solução > Decisão de Compra; considerando as personas e keywords do seu negócio.

Em muitos casos, o cliente já chega com um blog desenvolvido, ou seja, já tem alguns artigos publicados, então fazemos o processo de distribuir esses posts na Jornada de Compra. Essa tarefa é muito útil na hora de gerar as próximas pautas para essa empresa, pois conseguimos identificar onde está faltando conteúdo. Segue exemplo de como fazemos:

 

Com a Jornada estruturada, você consegue ter ideia do que já tem de conteúdo pronto e poderá focar os próximos temas nas etapas que ainda não estão sendo bem exploradas.

Pauta de Conteúdos para o Blog

Conhecendo suas personas, suas principais keywords e com a sua Jornada de Compra estruturada, o próximo passo é gerar a pauta de conteúdo, ou seja, gerar os títulos para os próximos artigos e materiais ricos. Aqui na agência, pensamos em temas que serão atrativos para as personas de acordo com a dor delas, e analisamos o volume de busca e o CPC (custo por clique) das palavras/termos. Assim, é possível criar títulos otimizados para os mecanismos de busca, facilitando o cumprimento das boas práticas de SEO.

A maioria dos nossos clientes tem o blog atualizado uma vez por semana (e prezamos para que essa frequência seja seguida), então a rotina é de gerar uma pauta com quatro temas por mês. Após o envio, aguardamos o retorno do cliente com suas observações e ajustamos conforme solicitado. Sempre enfatizamos a importância de manter a palavra-chave escolhida para determinado título, pois é ela que vai fazer a diferença.

Saiba mais sobre como transformar palavras-chave em temas para o blog.

Mapa da Jornada Digital

O Mapa da Jornada Digital é uma ferramenta estratégica de Marketing Digital criada internamente e disponibilizada gratuitamente para quem tiver interesse. Ele tem como objetivo registrar a atuação da marca na internet.

O Mapa apresenta todo o caminho que percorreremos com nossas ações. Nele, deixamos registradas as ofertas e soluções do nosso cliente; as metas a serem atingidas; as próprias keywords e personas identificadas no nosso estudo; um estudo de concorrentes que realizamos; a presença digital, como atuação nas redes sociais, rotina de marketing de conteúdo, geração de leads e emprego de ferramentas; também mapeamos a automação de marketing e como funcionaria a geração de oportunidades para a empresa; e a partir de todas as etapas anteriores, geramos o funil do Marketing Digital, ou seja, como funcionaria o processo conduzido pelo Marketing de Conteúdo na aquisição de contatos.

Conheça melhor o nosso Mapa da Jornada Digital!

Acessos às ferramentas

Em paralelo a todos os processos que citamos anteriormente, precisamos ter o acesso às ferramentas do cliente: Google Analytics, Google Adwords, Facebook (página e conta), RD Station, Blog e Site, Twitter e Linkedin. Precisaremos dessas e de outras ferramentas utilizar para colocar a estratégia de Marketing Digital em prática. Alinhamos tudo por e-mail, fornecendo um passo a passo de como o cliente faz para disponibilizar todos esses logins, senhas, IDs e autorizações.

Com todos esses processos de onboarding finalizados, é feita a passagem do cliente para a próxima etapa. Ela envolve diversas outras atividades, não tão iniciais, mas tão importantes quanto. Mas essas ficarão para um próximo artigo.

Aqui na agência, temos profissionais responsáveis por cada área do atendimento, então o cliente terá contato com todos e será muito bem atendido de acordo com a sua necessidade. Prezamos muito pela qualidade do atendimento e investimos o quanto for necessário do nosso tempo para esclarecer as dúvidas do cliente que, estando por dentro dos processos, nos ajudará a fazer um trabalho cada vez melhor.

E você, que está começando a aplicar o Inbound Marketing na sua empresa, já passou por todos essas etapas do Onboarding? Deixe seu comentário caso tenha alguma dúvida. Gostou do artigo? Compartilhe nas suas redes sociais!

Você gostou do nosso artigo? Compartilhe nas Redes Sociais!

Gabriella Szpoganicz

Gabriella Szpoganicz

Customer Success General Manager em Conexorama
Administradora, apaixonada por Marketing Digital e insuportavelmente organizada. Não consigo "deixar pra depois" um atendimento. Amo viajar, ler e não cozinhar.
Gabriella Szpoganicz