Blog, Geração de Leads, Landing Pages,

Os 4 principais tipos de Landing Page e quando utilizar cada uma

Por Jean Vidal em 23 de junho de 2016
Existem tipos de Landing Pages que são direcionadas para gerar tráfegos diferentes na web. Conheça 4 principais tipos de Landing Pages e quando utilizá-las!
Leitura de 7 minutos
Os 4 principais tipos de Landing Page e quando utilizar cada uma
5 (100%) 18 votes

Para todo profissional que atua no mundo digital, o maior desafio é atrair visitantes para o seu site e principalmente se relacionar com eles até se tornarem contatos com chances reais de adquirirem as suas soluções.

Nesse sentido, a melhor maneira de iniciar a conversão de visitantes em clientes potenciais será através da Geração de Leads. Em termos de tecnologia, estamos falando de Landing Pages e, aqui, podemos ir mais a fundo nesse assunto, afinal existem formatos com objetivos e momentos certos para aplicarmos.

Para debatermos melhor esse assunto, no artigo de hoje vamos falar sobre essas “categorias” de Páginas de Destino, os seus tipos e quando utilizar cada uma. Confira e aprenda para aplicar no seu negócio!

Principais categorias de Landing Pages

Como já citamos algumas vezes aqui no blog, existem alguns elementos que precisam ser trabalhados para considerarmos uma página como Landing Page. O layout e a intenção geral de uma página de destino podem depender inteiramente do tipo do seu negócio, da exclusividade da sua campanha de marketing e, claro, do público-alvo que você pretende atingir.

Nesse sentido, existem “tipos” de Landing Pages que possuem sua própria maneira de abordar o conteúdo e que são direcionadas para gerar tráfego diferentes na web. Aqui estamos considerando a Landing Page de “Conversão”,  de “Progressive Profile”, de “Pagamento Social” e a “Thank You Page”. Entenda mais!

4 Principais tipos de Landing Pages

1. Landing Page de Conversão (com formulário)

A intenção destas páginas é transformar visitantes qualificados em Leads, pedindo suas informações de contato (através de um formulário) para que, através dos dados compartilhados, esses contatos possam ser rastreados (Lead Tracking) e se tornem “tangíveis” (poderemos entrar em contato).

Podemos destacar dois pontos como mais importantes: a Página “vender a conversão” (prática comum para quase todas as categorias de Landing Pages) e fazer as perguntas corretas.

O desafio de “vender” será induzir o visitante, através da oferta, ao próximo passo. Aqui, você poderá utilizar um texto e elementos gráficos (como a imagem da oferta e a harmonia do design da página) para demonstrar o que a pessoa receberá se preencher os dados do formulário.

No desafio de fazer as perguntas corretas, estamos nos referindo à quantidade de informações necessárias para que você possa entender o visitante (e agora Lead) conforme as necessidades do seu Marketing. Assim, não existe uma receita de bolo, mas é importante evitar perguntar informações sensíveis (como CPF) e ir um pouco além do tradicional (nome, e-mail, empresa e telefone).

Para exemplificar, mostramos um exemplo de Landing Page de Conversão de um eBook  das soluções de um dos nossos clientes:

screencapture-promo-meucrediario-br-vantagens-do-crediario-para-o-crescimento-da-sua-loja-1476904477712

Esse tipo de página pode fornecer às empresas um grande impulso na hora de captação de informações importantes. Ja no próximo formato de Landing Page será crucial facilitar o acesso rápido ao ebook ou aumentar o conhecimento acerca da sua base.

2. Landing Page de Progressive Profile (com formulário e Login Social)

Uma vez criada a Landing Page de Conversão, é indicado que você crie outra versão dela (para a mesma oferta/material), onde o seu uso será exclusivo para quem já é Lead na sua base.

Assim, se a Landing Page de Conversão (com formulário) é divulgado no site, nas Redes Sociais e na Publicidade Online (Adwords e FaceAds), a Landing Page de Progressive Profile (com formulário) será utilizada apenas no e-mail que será enviado para a minha base, onde divulgo o novo material.

Observe que podemos utilizar ainda os botões de “Login Social” como um facilitador para o processo de acessar o material para quem já é Lead da base. Quando utilizados os botões, ainda que as perguntas chave não sejam respondidas, outras informações, provenientes dos cadastros nas redes sociais, são compartilhadas e registradas no banco de dados, associando assim ao cadastro do Lead no seu banco de Leads.

O principal desse formato de Landing Page é não repetir as perguntas que já fiz quando o Lead entrou na base, aumentando assim a quantidade de informações que tenho desse contato, ou facilitando o acesso ao novo material informado para a base.

Para exemplificar, mostramos um exemplo de Landing Page de Progressive Profile do mesmo eBook apresentado anteriormente:

screencapture-app-rdstation-br-landing-pages-previa-108248-1476906327737

Observe que não necessariamente precisamos aumentar a quantidade de perguntas e que posso repetir algumas informações que são importantes. Na Progressive Profile, também posso adicionar elementos como perguntas abertas ou se “quer um atendimento dos consultores da empresa”.

3. Landing Page de Pagamento Social

Para falar sobre as Landing Pages de Pagamento Social, é preciso entender o conceito de “Prova social”. A prova social é a influência positiva que é criada quando as pessoas descobrem que outras pessoas estão fazendo alguma coisa.

Isso significa que você é mais suscetível a assistir a um canal do YouTube que seus colegas de trabalho discutem todos os dias no almoço do que um que não tem seguidores.

Quando um usuário chega em uma Landing Page de Pagamento Social, o tom de voz da oferta será que a troca agora é baseada não pela informação fornecida, mas sim em um “selo social de aprovação”.

Considere que uma Landing Page de Pagamento Social é ideal para sua base já existente, onde você pode divulgar uma nova oferta de conversão sem precisar pedir para que seja preenchido novamente um formulário de informações e ainda trabalhar com a possibilidade de o “seu Lead gerar (convidar) mais Leads”.

Novamente utilizando o nosso exemplo, o formato ficará assim:

FireShot Screen Capture #036 - 'Vantagens do Crediário para o crescimento da sua loja' - promo_meucrediario_com_br_vantagens-do-crediario-para-o-cresc

Além de poder postar no Facebook ou Twitter, a mensagem que o Lead estará postando contém o Link para a primeira Landing Page (de Conversão com formulário). Assim, as Landing Pages de Pagamento Social são ideais para colocarmos em uma Nutrição de Leads.

4. Thank You Page

As páginas de agradecimento, ou Thank You Pages, são páginas de destino simples, geralmente utilizadas como um redirecionamento de outra página, onde o usuário confirma algum tipo de ação. Por exemplo, você pode ter uma página de doação que redireciona para um agradecimento especial após uma doação de sucesso.

Você pode criar uma Thank You Page distinta para cada campanha, a fim de aumentar seu engajamento com o Lead e ela ainda será importante para registrar a conversão específica (nas plataformas de Publicidade Online, como o Adwords e FaceAds), pois só chegou nessa página quem passou pela Landing Page anterior.

Será ainda nessa página que vamos, além de oferecer o link final da oferta, mostrar novamente o próximo passo, uma segunda oferta (preferencialmente direta).

Ainda no nosso exemplo, temos essa página de agradecimento:

FireShot Screen Capture #037 - 'Vantagens do Crediário para o crescimento da sua loja' - promo_meucrediario_com_br_vantagens-do-crediario-para-o-cresc

Quando usar cada tipo de Landing Page?

Todos os exemplos acima nos deixam uma única certeza: quanto mais páginas de destino forem criadas de forma consciente e direcionada, melhores e maiores serão as oportunidades de converter os seus visitantes em Leads e seus Leads em oportunidades para a equipe comercial.

Assim, apenas para revisar, no final do processo, você terá criado 4 modelos para a mesma oferta:

modelo de Landing Pages

E deverá utilizar cada modelo do seguinte modo:
4.1 – Conversão: Divulgar nas Redes Sociais, com banners no site e Publicidade Online;
4.2 – Pagamento Social: Divulgar apenas em trilhas de Nutrição de Leads;
4.3 – Progressive Profile: Divulgar apenas no e-mail de lançamento de novo material;
4.4 – Thank You Page: Todas as demais Landing Pages devem ser redirecionadas para essa.

E você,  já começou a aplicar essa estratégia na sua Geração e Relacionamento com Leads? Se gostou desse artigo, deixe um comentário. Aproveito e peço que o compartilhe nas redes sociais.

Você gostou do nosso artigo? Compartilhe nas Redes Sociais!

Jean Vidal

Jean Vidal

CEO e Growth Hacker em Conexorama
Atuo há mais de 14 anos com Marketing Digital, tendo participado do nascimento da Resultados Digitais. Tenho experiências como Gerente de Ecommerce e participei diretamente na implantação de mais de 100 projetos de Inbound Marketing.
Jean Vidal
  • Edouard Guerle Aoki

    Ótima matéria! permite de entender claramente a diferença 🙂

    • Show Edouard, bom ver nossos clientes aprendendo com os nossos artigos. Continue acompanhando! 🙂

  • Patrícia Grilli

    Achei legal, mas não entendi uma coisa… Será o mesmo conteúdo para todos? Então para que fazer diferentes…

    • Oi @patrciagrilli:disqus. Obrigado por compartilhar sua dúvida. Sim, o texto da Landiing Page (Conversão, Progressive e Pagamento Social) é o mesmo. E todas apontam para a Thank You Page.

      Aqui você levanta uma questão importante, que é a Canonical Tag das LP de Progressive e Pagamento Social apontando para a LP de Conversão, por uma questão de SEO.

      Contudo o objetivo final de fazer tanta Landing Page para o mesmo material é a forma de usar. Na de conversão, que é quando o Lead entra na base, precisamos daquelas informações. Na Progressive, que só é mandando para a base, queremos aumentar as informações.

      Separar ajuda também e interpretar melhor os dados (de novos Leads e relacionamento) através da conversão. E principalmente separar elementos, já que na Conversão não vai o Login Social, que tem na Progressive Profile.

      Retirei a sua dúvida? Continue acompanhando. 😉