Blog, SEO,

Heading Tags em SEO: como otimizar seu texto?

Por Ana Mendes em 4 de maio de 2018
Descubra a importância das Headings Tags para o Search Engine Optimization e saiba como aplicá-las corretamente no seu texto!
Leitura de 6 minutos
Heading Tags em SEO: como otimizar seu texto?
5 (100%) 2 votes

Ler um texto sem nenhum subtítulo é uma péssima experiência, não é? Ficam aqueles blocos imensos de texto, você não consegue mapear exatamente quais os assuntos tratados ao longo do artigo e é muito mais difícil manter a atenção até o final.

(Por isso, uma dica: se você não for José Saramago, jamais faça parágrafos e capítulos intermináveis)

Títulos e subtítulos são os pontos de atenção mais importantes de um texto. É por eles que o leitor vai se guiar, entender exatamente do que se trata o artigo e perceber quais os parágrafos que mais merecem atenção.

Ou seja, de forma resumida, é por meio deles que os leitores vão decidir se querem ou não ler o seu texto. Então já sabe: capriche na escolha das palavras e faça com que as pessoas tenham vontade de saber mais sobre o seu conteúdo.

Bom, agora que você já sabe o quanto títulos e subtítulos são importantes para que seu público tenha uma boa experiência ao ler seus textos, vamos entrar em um assunto um pouco mais técnico: a importância das Headings Tags para o Search Engine Optimization, ou como é mais conhecido, SEO.

No artigo de hoje, vamos falar sobre o que são as famosas H1, H2, H3 que você se depara sempre que vai publicar um artigo no WordPress. E também vamos explicar a importância delas para que seu texto seja mais bem ranqueado pelo Google e, claro, como utilizá-las de forma correta no seu site. Confira!

O que são as Heading Tags (H1, H2, H3…)?

Conforme já falamos acima, está claro que subtítulos são essenciais para uma boa leitura e, consequentemente, para que o seu público goste do conteúdo que você disponibiliza a eles. No entanto, não é só isso.

Agora entrando na parte mais técnica, para que o Google entenda sobre o que fala o seu artigo, esses títulos e subtítulos devem estar como Heading Tags. Eu tenho certeza de que você já reparou nesses códigos em HTML (H1, H2, H3…), em algum momento, mas segue versão ilustrada para garantir a total compreensão:

como estruturar heading tags

Ou seja, não basta que você coloque os subtítulos de um texto somente em um tamanho maior que a do corpo da mensagem. Os caracteres devem ser codificado para que o Google reconheça como Heading Tags.

Mas calma! Não precisa se desesperar achando que vão ser necessários cursos de programação para utilizar corretamente as Heading Tags.

Atualmente, o WordPress já deixou tudo mais simples e intuitivo para você hierarquizar seu texto de forma fácil. Confira:

visualizando heading tags

Viu só? Você não precisa entender nada de HTML, basta escolher entre esses seis diferentes Títulos (que representam, obviamente, o H1 ao H6).

Por que são tão importantes para o SEO?

As técnicas de SEO são baseadas em hierarquia. Ao longo de todo o texto, usamos ferramentas e palavras-chave para garantir que essa hierarquia esteja claro tanto para os leitores quanto para as plataformas de busca (como o Google).

E é exatamente por isso que as Heading Tags são tão importantes. Elas permitem que você estabeleça uma escala que vai de 1 a 6 (novamente, do H1 ao H6).

Como você já deve imaginar, o H1 é o mais importante e, por isso, normalmente existe um só ao longo de todo o texto (o título principal). As outras tags são usadas conforme você cria a estrutura do seu artigo, sendo o H6 o subtítulo de menor relevância.

Como aplicá-las de forma correta em meus textos?

Saber como funcionam as Heading Tags vai ajudar bastante na hora de aplicá-las em seu texto. É muito importante respeitar a hierarquia. Por exemplo, não faz sentido colocar o título principal como H3 e, no corpo do texto, colocar um H1.

Você consegue entender como a estrutura parece estranha? Não só para o leitor, mas também para as ferramentas de busca. Tal erro pode fazer com que você perca público e prejudique até mesmo o ranqueamento de sua página.

Preciso usar todas as heading tags no meu texto?

Essa costuma ser uma dúvida bastante comum quando as pessoas começam a pesquisar sobre Heading Tags. E a resposta é não. Um texto não precisa ter necessariamente todas as tags, de H1 ao H6.

Além disso, algumas tags podem repetir tranquilamente. Este artigo, por exemplo, possui a seguinte estrutura:

H1: Heading Tags em SEO: como otimizar seu texto?
H2: O que são as Heading Tags (H1, H2, H3…)?
H2: Por que são tão importantes para o SEO?
H2: Como aplicar Heading Tags de forma correta em meus textos?
H3: Preciso usar todas as heading tags no meu texto?
H2: Práticas que devem ser evitadas

Simples, não é? E nunca se esqueça de que quanto maior for o número da heading tag, menor será a relevância daquele assunto no seu texto.

Práticas que devem ser evitadas

Agora, para garantir que você não vai cair em erros comuns e que podem prejudicar o seu conteúdo, vamos fazer um rápido resumo com algumas práticas que devem ser evitadas na hora de determinar as Heading Tags:

  • Por mais que seja importante ter a palavra-chave do seu texto em um Heading Tag, use com moderação. Do contrário, o Google pode penalizar seu site.
  • Não repita o mesmo título de Heading Tag em diferentes páginas. Se você o fizer, cada conteúdo não será mais único.
  • Conteúdos similares entre header tag e meta tag. Por mais que esses dois elementos tenham funções parecidas, crie conteúdos diferentes para eles.

Depois de ler esse artigo, você já deve ter percebido que as Heading Tags são muito importantes. Não só para oferecer uma melhor experiência aos usuários, como também para garantir uma estrutura coesa e, consequentemente, um melhor ranqueamento nas ferramentas de busca, como o Google.

Por isso, na próxima vez que você criar um conteúdo para o seu site, dedique-se uns minutos a criar as melhores heading tags possíveis! Os resultados, com certeza, serão muito recompensadores!

E aí, o que achou do texto? Foi útil para você? Tem alguma contribuição para fazer? Compartilhe com a gente! 🙂

Você gostou do nosso artigo? Compartilhe nas Redes Sociais!

Ana Mendes

Ana Mendes

Jornalista se enveredando pelas áreas do Marketing Digital. Sonha um dia em resgatar todos os animais de rua.
Ana Mendes